Patrocinadores:
Apoio:
Apoio:
Patrocinadores:
Publicada em: 15 de setembro de 2018

Loiro faz história nos Jogos Equestres Mundiais

F5 Licurgo Tapajós conquistou o melhor resultado de todos os tempos da raça crioula na competição

F5 Licurgo Tapajós, o Loiro, e Roberto Jou (Foto: Reprodução Instagram)

O cavalo F5 Licurgo Tapajós e seu treinador, Roberto Jou, marcaram seus nomes na história da raça crioula na tarde deste sábado, dia 15 de setembro. A dupla fez bonito na arena do Tryon International Equestrian Center, na Carolina do Norte (EUA), e acabou entre os 11 melhores competidores do mundo na prova individual de Rédeas.

O conjunto crioulo fez parte das 20 equipes que disputaram a final da modalidade nos Jogos Equestres Mundiais (World Equestrian Gmaes – WEG 2018), para a qual as qualificativas aconteceram no dia 12 de setembro. Jou e o Loiro fizeram uma ótima prova e obtiveram a nota 221,5.

Por ser o único animal da raça crioula participando do evento, o visual de Licurgo, além de seu desempenho em pista, chamou muito a atenção do público. A Associação Nacional de Rédeas dos Estados Unidos (National Reining Horse Association – NRHA) chegou a publicar uma foto da dupla brasileira em sua página no Facebook com uma legenda bem humorada, dizendo que a crina de Licurgo estava causando inveja nos Jogos Equestres Mundiais.

Outros dois conjuntos brasileiros participaram da competição e também tiveram ótimos desempenhos. João Felipe Lacerda e seu cavalo, Gunner Dun It Again, disputaram um lugar no pódio até o último momento, mas acabaram ficando com a quarta colocação com 225 pontos. Já Thiago Boechat com SG Frozen Enterprize tiveram nota 223 e terminaram a competição em sétimo lugar.

*Por Yahell Bonfim | Canal Rural