Publicada em: 9 de abril de 2019

Expolondrina recebe Exposição Passaporte do Cavalo Crioulo

Segundo a organização, expectativa é de alta qualidade em pista para julgamentos

Foto: Felipe Ulbrich

Com 22,94 mil exemplares, o Paraná é um dos destaques na criação de Cavalos Crioulos no país. Com fortes e tradicionais criadores que despontam na raça, vem ganhando espaço também entre usuários de animais para provas e lazer. Uma das regiões de fomento no Estado é a de Londrina, que promove de 12 a 14 de abril, durante a Expolondrina, mais uma edição da Exposição Passaporte.

O evento classificará oito animais, quatro machos e quatro fêmeas, para a Nacional da Morfologia, que ocorre durante a Expointer, em Esteio (RS), promovida pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC).

A prova acontece no Parque de Exposições Ney Braga, durante a programação da feira, e a organização é do Núcleo Norte Paranaense de Criadores de Cavalos Crioulos. Para o presidente do Núcleo, Caio Amaral, a expectativa para a Passaporte é positiva, pois há um grande número de inscritos, ao contrário dos dois últimos anos que, em virtude da crise no país, tiveram que fazer um esforço maior para se chegar ao número mínimo de animais.

“Acreditamos que será uma competição completa que dará um nível muito alto para a nossa Exposição com animais fortes que poderão estar com grande representação na Expointer”, observa.

Amaral reforça que a região é nova para a raça Crioula e vem em expansão, especialmente pela participação em provas esportivas. Além disto, o fato de o julgamento ser realizado na pista central junto a exemplares de raças bovinas, auxilia na demonstração do cavalo para outros públicos.

“A região vem se consolidando no Cavalo Crioulo. Estamos trabalhando em trazer novos criadores e usuários para a raça. É uma região característica de outra cultura, o country, e estamos cada dia mais tentando mostrar as qualidade do nosso cavalo e que é acima de tudo um cavalo para o trabalho e vaqueiro, que pode ser inserido em outras provas como o laço em dupla (Team Roping) e no trabalho o Crioulo sempre traz a bandeira da resistência, importante para essas regiões”, explica.

Confira a programação:

11 e 12 de abril (Quinta e Sexta-feira)
Entrada de animais
16h – Concentração de Machos

13 de abril de 2019 (Sábado)
9h – Início do julgamento morfológico
18h30min – Reunião Regional de Núcleos
21h – Leilão de Cavalos Crioulos

14 de abril de 2019 (Domingo)
9h – Continuação do julgamento morfológico

Fonte: ABCCC