Patrocinadores:
Apoio:
Apoio:
Patrocinadores:
Publicada em: 18 de abril de 2019

A cultura gaúcha e o cavalo crioulo na obra de Raul Sartor Filho

Descendente de imigrantes italianos, Raul Sartor Filho iniciou suas atividades como guasqueiro no ano de 2000. Nos primeiros anos, Raul realizou diversas pesquisas relacionadas à arte do couro e da prataria sul-americana. O prateiro conheceu outros artesãos e conseguiu montar a própria oficina após três anos. A primeira peça foi desenvolvida durante o período em que conciliava a prataria com o emprego de projetista de máquinas.

Detalhismo das obras do prateiro Raul Sartor Filho impressiona

Após a divulgação da sua arte através da internet e devido a grande procura pelas obras, passou a dedicar-se em tempo integral a prataria. A busca pelo aperfeiçoamento das peças permitiu ao artista desenvolver um estilo próprio e conquistar espaço no mundo da arte sul-americana.

Hoje, Raul é reconhecido internacionalmente. Ele tem peças em Omã, nos Estados Unidos, na Espanha e na Suíça. Ele também ensina o ofício quase extinto na Escola de Artes Santo Elói, dentro da Fundação Casa das Artes de Bento Gonçalves (RS). Ficou curioso em ver como o trabalho dele é realizado? Então fique ligado no Programa Cavalo Crioulo Sem Fronteiras deste sábado, a partir das 9 horas da manhã!